Chat Evangelico respeite Não fale? Palavroes "



15 maio, 2012

A Bíblia explica o amor

A Bíblia explica o amor










“O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor." - Romanos 13.10.


“Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus." - 1 João 4.7.


"Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor." - 1 João 4.8.


"O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha..." - 1 Coríntios 13:4-8 a.


"Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti." - Isaías 49.15.


O amor se expressa por atitudes de bem, não por meras palavras
.
Em grego, o idioma do Novo Testamento, o amor de Deus é ágape. É descrito em 1 Corintios 13. O amor em forma de amizade tem outra palavra, é phileo.


A passagem em João 21.15-17, quando Jesus Cristo pergunta a Pedro se ele o ama aparecem ágape e phileo. Cristo pergunta se é amado usando ágape, e Pedro responde sim usando phileo. Só na última vez é que Pedro responde com ágape.


É digno de nota que Jesus condiciona à declaração de amor que Pedro faz com a necessidade de comprovação prática, prova de amor a Deus praticando amor ao próximo. Ele diz: "então, apascente as minhas ovelhas".


A maioria das pessoas acumulam e/ou se alternam entre ágape e phileo. Quando usam o phileo, consequentemente fazem o bem porque recebem o bem também. O amor de Deus (ágape) é mais profundo que o sentimento de seres humanos, pois é capaz de fazem o bem a quem não merece recebê-lo.
.
Vontade de amar
.
Jesus manda amar, porque as pessoas esquecem-se de amar, ou ainda não aprenderam a amar. Existe a definição do amor em forma ágape na Bíblia Sagrada, está em 1 Coríntios 13, para que saibamos o que é e pratiquemos.


Deus manda amar, mas nem todos obedecem a ordem dEle. Existem as ordens: ame a Deus; ame a si mesmo; ame o próximo; ame o inimigo.


Deus criou o ser humano, e os anjos também, com o poder de escolha, com livre-arbítrio. E usando esta liberdade nem todos os anjos e nem todos os seres humanos decidem amá-lo e amar os semelhantes.


Mas não digo que o amor é uma escolha. Eu entendo que o amor é um estilo de vida segundo a vontade de Deus, estilo que podemos adotar ou rejeitar.


Apaixonado?
.
Vale ressaltar que o amor entre casais (em grego, eros), não é encontrado nas páginas neotestamentárias. Eros é a palavra que deriva os termos erótico e erotismo. O amor em forma de eros é uma espécie de paixão, tem prazo de validade. Costuma acabar e fazer muitos estragos em relacionamentos.


Eros, a paixão entre pessoas, para aqueles que desconhecem a Bíblia, é confundido com ágape. Não confundamos!


A paixão, quando exercida dentro do matrimônio, não se consiste em pecado, se estiver abaixo do amor que devemos dedicar a Deus.


O amor deixa de existir?
.
O amor não acaba. As pessoas escolhem usá-lo ou não, praticá-lo ou não.


Quando alguém deixa de fazer o bem, se cansa de suportar o outro, este alguém abandonou a prática do amor. O amor não acabou, acabaram as atividades do amor. Alguém pode amar outra por 10 anos, e no décimo primeiro ano querer desprezá-la, parar de fazer o bem para ela. O amor continua existindo, mas a tal pessoa não o usa mais.


Nem todos pensam neste assunto, mas ele é simples de entender.


http://belverede.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentario

 
©
▲ Topo